Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > NOTÍCIAS > POLÍTICA > Na Austrália, partido político clama pela legalização da maconha

Na Austrália, partido político clama pela legalização da maconha


Espalhe a boa !

Se tudo der certo, muito em breve a Austrália deverá legalizar o uso pessoal e medicinal de maconha. Pelo menos é o que espera a galera do HEMP (Help End Marijuana Prohibition), partido político australiano que lançou oficialmente sua campanha eleitoral de 2013 através da indicação de 12 candidatos ao Senado.

Sem deixar dúvidas sobre a causa que defendem, os militantes pedem a legalização total da maconha em território australiano – lembrando que, atualmente, o cultivo da erva é permitido apenas para fins industriais. “Os Estados Unidos são nossa grande fonte de inspiração “, disse Michael Balderstone, presidente do HEMP. “Metade da América já tem acesso à canábis medicinal e agora eles também estão regulamentando o uso recreativo.”

Members of the HEMP Party lift a banner during their 2013 National Election Campaign launch in central Sydney

Na última segunda-feira, dia 2 de setembro de 2013, os membros do HEMP fizeram uma manifestação na frente do escritório da polícia estadual em Sidney, clamando pelo fim das prisões por uso e cultivo de maconha. Na ocasião, uma réplica dum baseado inflável gigante foi utilizada para chamar a atenção do público e das autoridades.

Entre os manifestantes estava a paciente de câncer Jenn Lea, que ajudava na entrega de folhetos pedindo ao parlamento para acabar com a discriminação contra a canábis. Aos 35 anos, a mãe de três filhos, que sofre de dor crônica regional e câncer de mama, disse que não estaria viva se não fosse graças ao óleo de canábis – que ela adoraria poder comprar e consumir sem o risco de ser presa. “Tenho vergonha por meu país ainda criminalizar a maconha, mas estou orgulhosa porque finalmente está surgindo uma alternativa para garantir o acesso ao meu medicamento”, disse.

O HEMP lançou 12 candidatos ao Senado para concorrer na eleição federal no próximo dia 7 de setembro, incluindo BJ Futter, um especialista em ervas medicinais de New South Wales. “Eu entendo que não temos muitas chances de nos eleger desta vez, mas minha esperança é a de que vamos abalar os alicerces daqueles que estão no poder”, disse Futter. “A maconha será legalizada. É só uma questão de quando.”

Para saber mais sobre o HEMP, clique aqui.

*Fonte: Reuters
** Fotos: David Gray/REUTERS

You may also like
Congresso recebe projeto para descriminalizar a maconha nos EUA
Chipre legaliza uso terapêutico da maconha
Portugal legaliza uso de maconha com fins terapêuticos
Nos EUA, presos serão perdoados por crimes envolvendo maconha

1 Response

Leave a Reply