CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > SAÚDE > Novo estudo comprova: uso de maconha não causa esquizofrenia

Novo estudo comprova: uso de maconha não causa esquizofrenia

/

Se tem um mito insistente, irritante e equivocado sobre a maconha é o de que a erva causa esquizofrenia. Graças à ciência, no entanto, mais essa falácia proibicionista é derrubada aos poucos. Publicado na revista Schizophrenia Research, um novo estudo encontrou evidências de que o consumo de canábis – sejá lá com que frequência e em quais quantidades – não leva a um aumento dos casos de esquizofrenia.

Conduzida por uma equipe de cientistas da Harvard University, nos Estados Unidos, a pesquisa contraria as décadas de propaganda proibicionista que tem servido para embasar uma série de argumentos coxinhas, como os proferidos por fantoches como Dr. Ronaldo Laranjeiras.

Durante o estudo, os pesquisadores avaliaram os pacientes divididos em quatro grupos de amostras, incluindo os não- psicóticos, sem o uso de drogas; os não- psicóticos que usam canábis; aqueles com psicose sem o uso de drogas e, por fim, pacientes com psicose que fazem uso de maconha.

Todos os usuários de maconha estudados fizeram uso da erva durante a adolescência e não utilizaram nenhuma outra droga, com exceção do álcool.

Liderado por Lynn DeLisi, professor de psiquiatria da Harvard Medical School, o estudo concluiu que “ter um risco familiar mórbido para desenvolver a esquizofrenia pode ser a base subjacente para o desenvolvimento da doença em usuários de maconha – e não o uso de maconha por si só”.

Vale lembrar que este é apenas um dos vários estudos publicados recentemente e que ajudam a derrubar um dos mitos favoritos dos coxinhas de proibicionistas de plantão. Veja mais informações sobre maconha X esquizofrenia clicando aqui. 

*Foto: Abby

You may also like
Pesquisadores canadenses acreditam que maconha pode bloquear coronavírus
4 coisas que acontecem quando você mistura cannabis e café
Estudo de Harvard revela novos compostos anti-cancerígenos na maconha
Pesquisa de Harvard afirma que usuários de cannabis possuem mais espermatozoides

12 Responses

  1. Maria

    Não é isso exatamente que a pesquisa diz. A pesquisa diz que não causa, no entanto, pode agravar, por conta de uma substância química. Meu irmão tem esquizofrenia e ao fumar maconha, o caso se agravou. então, peguem com reserva tudo o que escrevem sobre o assunto. O ideal é não usar drogas, nenhuma!

    1. Maria,

      Sei muito bem o que a pesquisa diz. E sei muito bem o que eu disse também neste artigo. A maconha não é a CAUSA da esquizofrenia, embora possa AGRAVAR o quadro de quem já possui a doença. O álcool também pode “causar” esquizofrenia, sendo assim, da mesma forma como outros medicamentos. Quem tem esquizofrenia não deve usar droga nenhuma. Já pessoas saudáveis podem fazer suas escolhas sem maiores temores. Jah bless!

  2. Jean

    bom eu tive um surto psicotico e no laudo foi constado uso de maconha, fiquei em uma clinica para dependentes quimicos por ordem judicial e lá passei por consultas com uma psicologa e ela me disse que se eu fumasse teria mais chance de ter outro surto, e também, com chances de nao voltar ao normal assim ficando esquizofrenico. Continuei fumando maconha e ainda nada, acredito que sim seja um mito mas pelo fato de eu ter ouvido de uma psicologa fico com receio de desenvolver uma esquizofrenia.

    1. “Falacioso” – e pretensioso – é o seu tipo de comentário vazio, tipicamente proibicionista, que sequer se deu ao trabalho de notar que existe a FONTE para o ESTUDO ORIGINAL citado no texto. NADA aqui é “falacioso” e te desafio a provar o que vc está falando. Como sou contra a ignorância, aproveito pra copiar aqui novamente o link para o estudo referido no texto: http://www.schres-journal.com/article/S0920-9964(13)00610-5/abstract

      Mas é em inglês, será que o Silva Sauro compreende? rsrsr. Pense melhor antes de refutar um estudo de Harvard, mocinho. E mais respeito com o trabalho alheio, por favor! Bye, reacinha.

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.