CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > ESTILO DE VIDA > 4 coisas que acontecem quando você mistura cannabis e café

4 coisas que acontecem quando você mistura cannabis e café


Misturar cannabis e café pode desencadear reações e efeitos colaterais muito específicos.

Se você é daqueles que alternam um tapa no baseado com um gole de café, saiba que tanto os canabinoides como a cafeína produzem efeitos fisiológicos que podem interagir – e intensificar – com a sua brisa.

“O THC e cafeína são dois dos produtos químicos psicotrópicos mais utilizados no mundo – e também têm uma longa história de uso por seres humanos”, explica Rubin Torf, co-fundador e presidente da Scientia Labs, empresa norte-americana de cannabis medicinal.

“A cafeína atua promovendo a redução da sonolência e da fadiga, melhorando o tempo de reação, enquanto o THC resulta em psicoatividade, além de uma série de mudanças fisiológicas”, relata Torf à revista eletrônica Bustle.

Embora cada organismo reaja de maneira diferente às substâncias, em geral existem alguns padrões que definem a maioria dos casos. “O uso de cafeína tende a energizar a maioria das pessoas”, pontua Dr. Gary Starr diretor médico da FOCUS, organização internacional sem fins lucrativos que trabalha no controle de qualidade da cannabis nos Estados Unidos.

“Já os efeitos da maconha podem variar, mas muitas pessoas a usam para relaxar”, completa Starr.

Entre os efeitos variáveis da cannabis está a perda de memória recente – algo que é rebatido pela cafeína, que está associada ao fortalecimento da memória. Porém, isso não quer dizer que as substâncias se anulam.

Ao consumir cannabis e café, “você ainda terá problemas de memória de curto prazo devido ao THC e se sentirá acordado com a cafeína”, segundo Torf.

Mas, afinal de contas, o que acontece ao misturar as duas substâncias?

Confira a seguir:

1- A cafeína pode acentuar a perda de memória associada à cannabis

Parece lógico misturar cannabis e café para combater os efeitos do THC, incluindo a perda de memória de curto prazo, uma vez que a cafeína é conhecida por aumentar o estado de alerta e atenção.

No entanto, evidências científicas sugerem justamente o contrário. “A combinação de cafeína e THC pode afetar adversamente a memória”, disse Starr.

Uma pesquisa de 2011, por exemplo, sugere que a combinação de cafeína e baixas doses de THC prejudicam mais a memória de trabalho que o o THC por si só.

Embora os pesquisadores tenham se concentrado na química cerebral de ratos, eles especularam que a perda de memória associada à maconha poderia ser especialmente perigosa quando os jovens (cujos cérebros ainda estão se formando) tomam café e fumam maconha ao mesmo tempo.

2- Níveis baixos de cafeína podem prolongar a sua brisa

Há quem diga que a mistura de cannabis e cafeína pode prolongar a brisa.

E o argumento é sustentado pela ciência. É o caso de estudo publicado na revista Addiction Biology, em 2011.

Na ocasião, os cientistas ministraram pequenas doses de cafeína a macacos, que tinham acesso ilimitado à cannabis, que poderia ser auto-administrada através de um sistema de alavanca).

Porém, quando os animais receberam a baixa quantidade de cafeína, os cientistas observaram uma menor propensão a consumir a erva.

Isso pode resultar do fato de que apenas um pouco de café pode fazer acentuar os efeitos de uma pequena quantidade de maconha. “Baixos níveis de cafeína podem aumentar a brisa e resultar na necessidade de usar menos maconha para alcançar o mesmo resultado”, sugere Dr. Starr.

Mas não abuse dessa combinação. “Altos níveis de cafeína, no entanto, podem ter o efeito oposto”, completa o médico, citando estudo de 2018 publicado no Journal of Internal Medicine. De acordo com a pesquisa, quando você bebe muito café (de quatro a oito xícaras por dia), o nível de neurotransmissores no sistema endocanabinoide diminui.

No entanto, os participantes do estudo estavam apenas tomando café (em vez de consumir maconha juntos), então tudo o que acontece quimicamente no cérebro humano quando os dois interagem ainda não foi estudado em detalhes.

3- Cannabis e café provocam euforia

Publicado em 2017 na revista Annals of Neuroscience, um estudo descobriu que tanto a cafeína quanto a cannabis aumentam os níveis de dopamina – o chamado “hormônio da felicidade” – no cérebro.

Por si só, tanto a maconha quanto o café oferecem esse impulso eufórico, mas a pesquisa concluiu que os efeitos aumentam quando você combina a bebida e a planta.

4- Aumento da frequência cardíaca

Ao consumir café e maconha, fique atento ao seu coração. “Sabe-se que a maconha e a cafeína causam taquicardia – ou um aumento da freqüência cardíaca. Em pessoas com doenças cardíacas subjacentes ou problemas com arritmias cardíacas, consumir maconha e cafeína – juntas ou separadamente – pode potencialmente colocá-las em risco de complicações cardíacas”, explicou Dr. Starr.

Recomendações

Embora cada vez mais comuns, as investigações sobre como a maconha e a cafeína interagem ainda são escassas.

Portanto, todo cuidado é pouco na hora de misturar as substâncias, sobretudo para quem tem pouca experiência com a erva.

“É importante criar seu próprio plano de dosagem que funcione para seu corpo e estilo de vida únicos”, recomenda Valerie Sakota, co-fundadora da startup canábica Babari.

“Comece com uma pequena dose – algumas baforadas em um baseado ou 2,5 mg de uma tintura ou comestível – combinada com o seu café da manhã. Depois, observe como se sente nas próximas horas”, ensina Valerie.

*Fonte: Bustle

**Junte-se à roda do Maryjuana no Telegram.

Que tal turbinar a sua mente?

O conteúdo deste site foi criado por mentes turbinadas com café (Mary4:20)! 

SAIBA MAIS

You may also like
Toxicológico: estudo revela que THC permanece no sangue por longos períodos
Nova pesquisa aponta eficácia do THC no combate à covid-19
Mary 4:20 lança café especial inspirado na lendária strain Northern Lights
Beto e Dé tomam um cafézinho

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.