CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > NOTÍCIAS > MUNDO > Governo dos EUA aprova pesquisa sobre maconha X estresse pós-traumático

Governo dos EUA aprova pesquisa sobre maconha X estresse pós-traumático


A legalização da maconha é um caminho sem volta nos Estados Unidos. Na última sexta-feira, dia 14/03/2013, o governo norte-americano aprovou um estudo que examina os benefícios da canábis no tratamento do estresse pós-traumático.

Concedida a pesquisadores da Universidade do Arizona, a autorização representa mais um importante passo para o desenvolvimento de pesquisas com a planta.

Segundo as leis do país, tais experimentos só podem acontecer se utilizarem maconha proveniente de uma única fazenda administrada pelo governo no Mississippi. De acordo com os pesquisadores – que há muito tempo tentavam conseguir a licença para plantar sua própria erva  – a entidade que administra a plantação oficial, National Institute on Drug Abuse, estava hostil aos novos pedidos de pesquisas para avaliar os benefícios da canábis.

“Este é um grande dia”, comemorou Suzanne Sisley, professora de psicologia na Escola de Medicina da Universidade do Arizona. “Os méritos de um estudo científico rigoroso finalmente superaram a política”, desabafou.

A notícia empolgou os defensores da canábis medicinal, pois sinaliza uma tentativa do governo em lidar com um dos paradoxos mais marcantes da legalização norte-americana. Ainda que mais de 1 milhão de americanos utilizem maconha legalmente com fins terapêuticos, os cientistas continuam enfrentando dificuldades na hora de obter aprovação federal para a realização de estudos com a planta.

“Nós nunca desistimos”, disse Suzanne. “Mas a maioria dos cientistas acabam nem tentando. O processo demanda muitos recuros. Com a implementação desse estudo e seus resultados, os caminhos também vão se abrir para outros projetos de pesquisa cruciais.”

A pesquisa envolverá veteranos de guerra que sofrem de estresse pós-traumático, um transtorno psicológico que ocorre em resposta a uma situação ou evento de extrema tensão. O distúrbio é muito comum entre veteranos de guerra, por exemplo.

O estudo ainda requer a aprovação da Drug Enforcemente Administration (DEA), o que Suzanne disse que será um obstáculo “menor”.

Clique aqui para saber mais sobre  estresse pós-traumático X maconha.

Vi primeiro aqui no LA Times e traduzi pra você porque sou jemt phyna pacas! 😛

*Foto: CNN

You may also like
Estados com cannabis legal registram menos problemas relacionados ao vaping nos EUA
FDA admite que vaporizar não aumenta risco para covid-19
Fumar maconha aumenta o risco de complicações do coronavírus
Venda de maconha aumenta nos Estados Unidos devido à quarentena

1 Response

  1. No brasil, eu acredito que estamos esperando as pesquisas ficarem ultrapassadas em outros países para que nós possamos começar a estudar a planta..! Como sempre somos quase os ultimos…

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.