CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > NOTÍCIAS > MUNDO > Uruguai inicia registro dos primeiros clubes de maconha

Uruguai inicia registro dos primeiros clubes de maconha

Os primeiros clubes canábicos começaram a ser registrados na terça-feira (24/06) no Uruguai, depois que o Ministério da Educação e Cultura habilitou o trâmite nesta semana. Segundo informações da Associated Press, um grupo já deu o primeiro passo para se tornar um clube de cultivo de maconha oficialmente reconhecido no país.

Associação de Estudos da Cannabis do Uruguai terá 40 membros e será comandada por Laura Blanco. Ela falou ao jornal El País que cada membro pagará US$ 300 para se associar, além de taxa mensal de cerca de US$ 65. Alguns dos membros vão consumir maconha para uso medicinal.

Associar-se a um clube de maconha – com entre 15 e 45 membros e não mais do que 99 plantas cultivadas – é um dos três passos legais para obter maconha legalmente no país. Além disso, consumidores licenciados poderão comprar 10 gramas por semana ou 40 gramas por mês de uma rede de farmácias que deve começar a funcionar no final deste ano ou início de 2015.

Os uruguaios maiores de idade também podem se registrar para obter licença para cultivar até seis plantas de maconha em casa e colher 480 gramas por ano.

Segundo a agência Efe, depois que um grupo se constitui como associação civil perante o minstério e a solicitação é aprovada, os interessados deverão dirigir-se ao cartório de clubes habilitado pelo Instituto de Regulação e Controle de Cannabis (IRCCA), que ainda não entrou em funcionamento. Em dezembro, o país aprovou um decreto que autoriza o Estado a controlar o cultivo e a venda de maconha.

Clique aqui para saber mais sobre o processo de legalização da maconha no Uruguai.

*Fonte: G1 

You may also like
New Orleans aprova medidas para descriminalizar o uso de maconha
Clubes canábicos de Barcelona correm risco de fechar após revés judicial
Colômbia autoriza uso industrial da maconha e sua exportação com fins terapêuticos
Ministro Barroso divulga vídeo com defesa de descriminalização da maconha

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.