CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > SAÚDE > Inalar maconha reduz os sintomas do Parkinson

Inalar maconha reduz os sintomas do Parkinson

Os benefícios da maconha para os portadores do mal de Parkinson são cada vez mais evidentes.

Após um vídeo impressionante viralizar na internet, agora um novo estudo comprovam que a erva é capaz de reduzir a dor e melhorar as funções motoras dos pacientes com Parkinson.

Conduzida por pesquisadores da Universidade de Tel Aviv e do Centro Médico Rabin, em Israel, a pesquisa envolveu 20 portadores da doença, que foram avaliados antes e trinta minutos após o consumo de cannabis.

Os participantes também foram submetidos a testes posteriores para verificar os efeitos da maconha a longo prazo.

Efeitos a curto e longo prazo

Publicado na revista European Journal of Pain, o estudo mostra que os pacientes que os pacientes de Parkinson”notaram melhorias sintomáticas significativas dentro de trinta minutos após inalar a fumaça da maconha”.

Além disso, a exposição à erva também se mostrou eficaz a longo prazo. “Após a exposição a longo prazo (em média 14 semanas), a média de limiar de dor dos pacientes diminuiu significativamente no membro mais afetado”.

Esse não é o primeiro estudo que aponta os benefícios da maconha para os portadores de Parkinson. Clique aqui para saber mais.

You may also like
Maconha pode ser alternativa para tratar artrite e dor nas costas
Estudo aponta que maconha reduz a dor, mas piora o autocuidado
Colômbia autoriza uso industrial da maconha e sua exportação com fins terapêuticos
Estudo: extrato de cânhamo promove perda de peso

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.