Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > VAPER > SAÚDE & BEM-ESTAR > Guia de Terpenos #6: Beta-cariofileno

Guia de Terpenos #6: Beta-cariofileno


Espalhe a boa !
  • 39
    Shares
De volta com o “Guia de Terpenos Maryjuana”, nesta semana destacamos o beta-cariofileno, mais um composto aromático encontrado com frequência na maconha. 

Presente em diversas plantas na natureza, este terpeno também é abundante em muitas genéticas de maconha, conforme veremos abaixo.

Para quem ainda não sabe o que são terpenos, chega mais que te explicamos tudo!

Beta-cariofileno: um ansiolítico natural

Estrutura química do beta-cariofileno: C15H24

Responsável pelo aroma picante da pimenta-do-reino, o beta-cariofileno é encontrado em inúmeras outras espécies de plantas, incluindo lúpulo, alecrim, orégano e cravo-da-índia.

Com uma série de benefícios à saúde, este terpeno tem sido alvo de estudos científicos devido à sua ação ansiolítica e anti-inflamatória.

Classificado como um sesquiterpeno bicíclico natural, quando presente na cannabis o beta-cariofileno atua em sinergia com os fitocanabinoides – a exemplo do tetrahidrocanabinol (THC) e o canabidiol (CBD) – influenciando diretamente nos efeitos da erva em seu organismo (o chamado “efeito comitiva”).

Vale sempre lembrar que a maconha produz este terpeno – e todos os demais – como parte de suas defesas naturais contra pragas e predadores.

Sabor e aroma

Alecrim é outra planta que possui beta-cariofileno

Bastante complexo e marcante, o aroma deste terpeno possui notas secas, picantes e amadeiradas.

De modo geral, as strains ricas em beta-cariofileno se caracterizam por possuírem estas mesmas nuances aromáticas, variando conforme a disponibilidade de outros compostos aromáticos particulares a cada genética.

Efeitos medicinais

Estudo apontam que o beta-cariofileno possui efeitos cannabimiméticos, desempenhando no organismo funções semelhantes a de canabinoides como o canabidiol (CBD). Isso quer dizer que o terpeno é capaz de se ligar a receptores CB2, interagindo com o sistema endocanabinoide.

O composto aromático também possui comprovada ação anti-inflamatória, sendo capaz de combater até mesmo a infecção generalizada – ou sepse.

Além disso, este terpeno pode ajudar ainda no combate às desagradáveis bad trips causadas pelo consumo excessivo de cannabis.

Confira todos os seus benefícios à saúde:

  • Antitumoral
  • Antifúngico
  • Antisséptico
  • Relaxante muscular
  • Anti-inflamatório

Strains ricas em beta-cariofileno

OG Kush é uma das diversas strains ricas em beta-cariofileno

Antes de mais nada, saiba que o aroma das genéticas de cannabis é único, variando de acordo com uma série de fatores, incluindo técnicas de cultivo, tempo de floração, secagem e cura. Sendo assim, plantas de uma mesma linhagem podem apresentar notas aromáticas distintas dependendo de como e onde foram plantadas e processadas.

Em todo caso, este terpeno é facilmente encontrado em strains como OG Kush, Chemdawg, Bubba Kush e Death Star, só para citar algumas genéticas consagradas e mais estabilizadas.

Bora desfrutar de todos os terpenos que você tem direito?

Vaporize e deguste o mais puro aroma das flores e concentrados!

VAPORIZE JÁ

 

You may also like
Vape com tecnologia biométrica permite monitorar consumo de canabinoides
Vaporizadores já são mais comuns do que cigarros entre militares dos EUA
15 celebridades que vaporizam
Em busca de um vape bom e barato? Conheça o novo Boundless CFC 2.0!

Leave a Reply