CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > VAPER > SAÚDE & BEM-ESTAR > Guia de Terpenos #4: Linalol

Guia de Terpenos #4: Linalol


Dando continuidade ao “Guia de Terpenos Maryjuana”, hoje vamos conhecer o linalol, outro composto aromático muito comum na maconha.

Presente em diversas plantas, o linalol também se apresenta em uma grande variedade de strains, como veremos logo mais abaixo.

Caso você ainda não saiba o que são terpenos, não perca mais tempo e vem comigo que eu te explico tudo!

Linalol: pungente e relaxante

Fórmula química do linalol: C10H18O

Responsável pelo aroma floral de plantas como a lavanda, o linalol é encontrado em mais de 200 outras espécies de plantas na natureza, incluindo coentro, pau-rosa, sacaca e manjericão.

Com comprovadas propriedades relaxantes e sedativas, este terpeno é amplamente utilizado pela aromaterapia, além de ser ingrediente constante em diversos itens de perfumaria, higiene e cosmética.

Classificado como um monoterpeno, quando presente na cannabis ele atua em “efeito comitiva” com os canabinoides – a exemplo do tetrahidrocanabinol (THC) e o canabidiol (CBD) – interferindo diretamente nos efeitos da erva em seu corpo.

Sabor e aroma do linalol

Coentro é uma das mais de 200 espécies de plantas ricas em linalol

Floral, amadeirado e rosa são as principais nuances de aroma e sabor do linalol.

Em geral, as genéticas de maconha ricas neste terpeno possuem pronunciado odor pungente e floral.

Efeitos medicinais

Assim como diferentes canabinoides têm diferentes efeitos, cada terpeno é dotado de propriedades medicinais diversas. Em se tratando do linalol, suas propriedades relaxantes e sedativas são capazes de auxiliar na indução do sono e no combate ao estresse.

Pesquisas diversas também apontam poderosas propriedades anti-inflamatórias e analgésicas neste terpeno.

Confira todos os seus benefícios à saúde:

  • Induz o sono
  • Sedativo
  • Ansiolítico
  • Bactericida
  • Alivia dores
  • Anticonvulsivante
  • Reduz o estresse
  • Ajuda a manter o equilíbrio emocional

Strains ricas em linalol

Fazendo jus ao nome, a Lavender é uma strain famosa por seu aroma floral que denota alto nível de linalol

O aroma e sabor das genéticas de cannabis variam de acordo com uma série de fatores, incluindo técnicas de cultivo, tempo de floração, secagem e cura.

Mas, de modo geral, o linalol está presente em abundância em strains como Lavender,  Amnesia Haze Purple Kush, só para citar algumas linhagens consagradas e mais estabilizadas, que se destacam pelo aroma pungente e floral.

Temperatura

Controlar a temperatura é essencial para desfrutar ao máximo dos terpenos.

Não por acaso, métodos que envolvam combustão (como o bom e velho baseado) não são indicados para quem deseja degustar ao máximo desses compostos extremamente voláteis.

Por esse motivo, a vaporização é uma das maneiras mais eficientes para o consumo de terpenos. Dê preferência aos vaporizadores de ervas com regulagem de temperatura.

Vale ressaltar que diferentes canabinoides e terpenos vaporizam a diferentes temperaturas. Além disso, variações no teor de umidade ou na textura da trituração também podem afetar a vaporização das flores.

O ponto de ebulição do linalol ocorre em 198 ° C.

Vaporizar garante aproveitamento total dos terpenos

Desfrute de todo o aroma das flores com os melhores vapes do mercado! 

VAPORIZE JÁ

 

You may also like
5 vaporizadores de ervas que custam menos de R$ 500
Guia de Terpenos #7: Terpinoleno
Guia de Terpenos #6: Beta-cariofileno
Guia de Terpenos #5: Humuleno

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.