CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > SAÚDE > Pesquisa avalia tolerância à dor em usuários de cannabis

Pesquisa avalia tolerância à dor em usuários de cannabis


Estudo mostra que, ao contrário do que ocorre com medicamentos à base de opioides, o uso regular de maconha não piora a sensibilidade á dor.

Utilizar maconha para ajudar no tratamento da dor é cada vez mais comum. Mas será que a erva pode causar aumento da tolerância, exigindo o uso de doses maiores para surtir os mesmos efeitos do início?

Para elucidar esta questão, cientistas do campus Okanagan da Universidade de British Columbia, no Canadá, analisaram aqueles que usam cannabis mais de três vezes por semana, comparando-as com pessoas que não fazem uso da erva.

Segundo reportagem da Hightimes, esta nova pesquisa é importante pois sinaliza que, mesmo se você usar maconha com frequência para ajudar com as dores, você não precisará de doses cada vez maiores para obter os efeitos analgésicos

“Nos últimos anos houve um aumento na adoção de medicamentos à base de canabinoides, que demonstraram eficácia no tratamento da dor crônica”, disse Michelle St. Pierre, uma das pesquisadoras envolvidas no estudo. “No entanto, até que ponto o uso frequente da cannabis influencia na sensibilidade à dor aguda não foi sistematicamente examinado.”

“Este estudo deve ser uma boa notícia para os pacientes que já estão usando cannabis para tratar a dor”, acrescentou o co-autor Zach Walsh, chefe do Laboratório de Uso de Substâncias Problemáticas e Recreativas da Universidade de British Columbia.

“O aumento da sensibilidade à dor com opioides pode realmente complicar uma situação já difícil; dado o aumento da ingestão de medicamentos para a dor à base de cannabis, é um alívio não termos identificado um padrão semelhante com os canabinoides”, completou Walsh.

Metodologia

O estudo analisou aqueles que usam cannabis mais de três vezes por semana, comparando-os com pessoas que não usaram a planta.

Os participantes tiveram suas mãos e braços submersos em água fria para determinar o nível de tolerância à dor. Com isso, eles foram capazes de determinar que a cannabis não causa hiperalgesia ou aumenta a sensibilidade à dor.

Resultados

“Nossos resultados sugerem que o uso frequente da maconha não parece estar associado a uma elevada sensibilidade à dor experimental de uma maneira que pode ocorrer na terapia com opioides”, concluiu St. Pierre.

“Esta é uma distinção importante que os profissionais de saúde e os pacientes devem considerar ao selecionar opções de medicamentos para o tratamento da dor. Esses achados são particularmente relevantes à luz de relatos recentes de prescrição excessiva de opioides e altas taxas de dor na população, pois sugere que a cannabis pode não apresentar o mesmo risco de hiperalgesia que os opioides.”

*Junte-se à roda do Maryjuana no Telegram.

You may also like
Extratos de maconha são eficazes no tratamento do câncer, aponta estudo
Seda com metais pesados: estudo indica contaminação dos papeis de fumar
Nova pesquisa aponta eficácia do THC no combate à covid-19
Relator é favorável à proposta que regulamenta plantio de maconha com fins medicinais

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.