CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > MEDICINAL > Maconheiros possuem melhor memória e cognição social do que não-usuários de cannabis

Maconheiros possuem melhor memória e cognição social do que não-usuários de cannabis


Esqueça aquele velho tabu do maconheiro lesado & desmemoriado. Parece que a realidade é justamente o oposto disso – ao menos é o que aponta um recente estudo publicado pela revista Psychology of Addictive Behavior.

Segundo a pesquisa – que avaliou 4.658 pessoas de 14 a 21 anos listadas no levantamento populacional Philadelphia Neurodevelopmental Cohortadolescentes e adultos que fazem uso ocasional de maconha apresentam melhor memória, controle executivo e cognição social do que os não-usuários.

O estudo considerou como “usuários ocasionais” as pessoas que consomem cannabis duas vezes por semana ou menos. Já a categoria “usuários frequentes” inclui quem fuma um mais do que três vezes por semana.

“O uso de cannabis ente jovens está aumentando e tem sido associado a déficits no funcionamento cognitivo”, relatam os pesquisadores. No entanto, “tais descobertas cognitivas foram baseadas principalmente em pequenas amostras de usuários que procuram tratamento, sendo que poucos estudos avaliaram a cognição em usuários ocasionais de cannabis”.

Após analisar os principais efeitos do consumo de erva e as interações entre a idade e a capacidade de cognição, os cientistas afirmaram que, “embora usuários frequentes tenham apresentado um desempenho inferior aos não-usuários em medidas de controle executivo, os usuários ocasionais exibiram melhor controle executivo, memória e cognição social do que os não-usuários”.

Na sequência, o estudo leva a crer que existem relações complexas entre o uso de cannabis e a cognição na juventude.

Clique aqui para acessar o estudo na íntegra.