Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > NOTÍCIAS > MUNDO > No Uruguai, mais da metade dos consumidores usa maconha legal

No Uruguai, mais da metade dos consumidores usa maconha legal


No Uruguai, existem três formas de adquirir cannabis por meio do sistema regulamentado e registrado pelo Estado: autocultivo, cultivo em cooperativas ou clubes.

No Uruguai, onde o mercado da maconha foi regulamentado, 54% dos consumidores da substância compram dentro do sistema legal, e o volume disponível continua insuficiente, de acordo com um relatório oficial.

“Antes do primeiro ano de implementação, o mercado regulado alcança 54% dos usuários de maconha”, afirma o relatório do Instituto de Regulamentação e Controle da Cannabis (IRCCA), que explica que esse percentual inclui consumidores registrados, ou não, no Estado.

No Uruguai, existem três formas de adquirir cannabis por meio do sistema regulamentado e registrado pelo Estado: o autocultivo, o cultivo em cooperativas ou clubes, e a compra em farmácias de até 40 gramas mensais.

A venda em farmácias começou em julho do ano passado, e as duas empresas que produzem para o Estado, que leva a droga para a rede de distribuição, não conseguiram suprir a demanda das quase 24 mil pessoas registradas para comprar.

De acordo com o estudo “Mercado regulado da cannabis”, um autocultivador, ou membro de clube canábico “provê a outras duas pessoas (…), enquanto as pessoas que adquirem na farmácia compartilham apenas com uma pessoa a mais”.

Assim, embora apenas 23% das 147 mil pessoas que o governo estima serem consumidoras de maconha no país estejam registradas como cultivadoras, membro de clube, ou comprador em farmácias, a população que realmente tem acesso à cannabis regulada é muito maior.

O número de pessoas registradas para comprar maconha produzida sob controle estatal e vendida em farmácias no Uruguai se encaminha para quintuplicar em nove meses dos 4.900 inscritos inicialmente, e a produção ainda não é suficiente para suprir a demanda.

Desde a primeira venda em julho do ano passado, o Estado canalizou 752 kg de maconha através das farmácias.

A maconha estatal é produzida em estufas a 50 km oeste de Montevidéu, sob forte vigilância das autoridades.

*Fonte: AFP

You may also like
Uruguai vendeu 1,2 tonelada de maconha desde julho de 2017
Vendas de maconha no Colorado somam mais de US$ 122 milhões em maio
Farmácias do Uruguai contabilizam mais de 25 mil compradores de maconha
Erva-mate com maconha chega aos supermercados uruguaios nesta semana

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.