Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > MAIS LIDAS > Dr. Bud responde: por que às vezes a maconha causa “teto preto”?

Dr. Bud responde: por que às vezes a maconha causa “teto preto”?


Eis aqui uma questão que diversos leitores me fazem: por que, em certos casos, a maconha provoca sensação de “teto preto”?

Eu mesma já vi amigos passando por isso, assim como também experimentei a sensação algumas (poucas) vezes, então decidi investigar os processos biológicos por trás do fenômeno. Para isso, recorri à ajuda de um amigo médico & canabista que, por temer a repressão dos caretas, prefere manter seu nome em sigilo.

Primeiramente, o cardiologista Dr. Bud* explica que o popular “teto preto” inclui sensações de tontura, palidez, enjoo, perda da consciência e fraqueza, que podem culminar num desmaio momentâneo. Em casos extremos, podem acontecer até tremores, vômitos ou convulsões.

“O primeiro sintoma é a palidez”, diz ele, ao mencionar que, em inglês, o fenômeno é chamado de “white-out”. Já em português, o termo “teto preto” faz menção a outro sintoma comum: o turvamento da visão.

A reação é causada geralmente por hipotensão, ou seja, a queda brusca da pressão arterial – que pode acontecer por diversos motivos, e não exclusivamente ao fumar um. “A ligação entre a cannabis e a hipotensão é conhecida e tem sido estudada, embora não haja nenhuma conclusão definitiva a respeito”, aponta.

COMO EVITAR 

Dr. Bud lembra ainda que, para evitar o “teto preto”, o ideal é moderar o consumo da erva, especialmente as pessoas com quadros pré-existentes de hipotensão . “Evite o uso demasiado e reconheça seus limites”, indica. Estar bem alimentado e hidratado também ajuda a evitar a queda de pressão, pois a hipoglicemia pode ocasionar o transtorno.

A combinação de maconha com bebidas alcoolicas aumenta a predisposição ao distúrbio e, portanto, deve ser evitada especialmente pelos canabistas nível junior. “Prensar” a fumaça demais nos pulmões também pode facilitar o “teto preto” por interromper a oxigenação. Doenças, cansaço e até mesmo condições climáticas muito úmidas ou quentes são outras possíveis causas.

Redobre os cuidados quando for experimentar novas – e mais potentes – variedades de fumo. “Haxixes e concentrados podem aumentar ainda mais a chance de hipotensão, principalmente se você não está habituado a consumi-los, então vá com mais calma ainda”, recomenda Dr. Bud.

Além disso, o uso de bongs e a prática do dab também propiciam a queda de pressão nos mais desavisados.

O QUE FAZER

Se mesmo assim o “teto” bater, não entre em pânico: sente-se, respire fundo, tome uma água e tente, assim que possível, comer alguma coisa. “O teto preto causado por maconha costuma passar rápido e não oferece maiores riscos ou efeitos a longo prazo”, ressalta Dr. Bud.

* nome fictício; pseudônimo de um experiente cardiologista & canabista formado por uma das mais importantes universidades brasileiras de Medicina. Com 20 anos de profissão e de fumaça, ele adora pesquisar as relações entre canábis e saúde. Responsável por um movimentado consultório em algum canto qualquer, por motivos óbvios ele prefere ser identificado apenas como Dr. Bud, “até que a maconha seja finalmente legalizada”, como costuma dizer. Nas horas vagas, é o consultor MaryJuana para assuntos medicinais em geral. 

You may also like
Pesquisadores franceses testam eficácia dos cigarros eletrônicos
Vai trocar o cigarro pelo vape? Seu coração agradece
Entidade lança programa de capacitação em redução de danos para professores do ensino médio
Vaporizadores: como o sistema de aquecimento influencia no vapor & sabor

85 Responses

  1. Matheus

    matéria muito cheia de argumento sólidos, só achei engraçado pq aqui no norte a gente chama esse teto preto de cara branca rs

  2. JOSE

    Isso assusta, mas não é nada grave. Já passei algumas vezes e nem por isso parei. Sinto ótimo quando fumo, duas ou três vezes por semana.

  3. Olá! Boa noite, a dois dias atrás eu fumei bastante e depois me sentir mal e quis ir pra casa, no meio do caminho, eu pedi para meu namorado parar a moto, pq eu estava tonta… Nessa hora que tudo ficou escuro, quando acordei estava no chão, além do desmaio eu ainda tive uma convulsão e fiz xixi durante os tremores. Eu bati a cabeça no chão quando desmaiei, gostaria de saber se isso é normal ou devo me preocupar? Já desmaiei algumas vezes, sem uso de maconha, porém nunca havia ocorrido uma convulsão. Devo me preocupar?

  4. Marcela

    Dr. fumo a muitos anos e minha pressão sempre foi baixa, tive alguns poucos tetos , porém ontem tive um diferente, apaguei, recortei e tive um tipo de convulsão… acredito ser pelo fato de estar mal alimentada, já que havia tomado apenas suco na parte da. Manhã… hoje estou com muita dor no pescoço,, o que devo fazer??

    1. Bianca

      Nossa … aconteceu o mesmo comigo fui parar até no hospital mas não me informaram o que de fato é , estou assustada desde então pq nunca tinha chegado a desmaiar e ter uma convulsão e não paro de sentir dores, até antes de fumar estava morrendo de dor no pescoço ..

  5. Victor Mora

    Hoje fumei um, “prensei” fumaça no pulmão por quase 2 mins(sou atleta, então segurar a respiração não é problema), tava em pe na frente da minha gata,quando do nada, so falei “baixou pressao”, e desmaiei, so senti a pancada do corpo batendo com tudo no chão, e apaguei de vez, acordei dentro de alguns segundos, mas durante o momento que eu estava apagado, minha mina diz que eu estava revirando os olhos e tremendo muito, quase que como uma convulsão. Isso é efeito do teto-preto tbm?

  6. Weverson

    A pouco tempo fumei um baseado e tive umas sensações ruins como coração muito acelerado e parecido como uma crise de pânico e ansiedade… podem me ajudar a esclarecer !!!

    1. Gabriela

      Encontrei essa matéria pois passe pelo mesmo que você ontem e resolvi pesquisar.
      Fumei um camarão com um hippie que estava aqui na cidade, e comecei ficar MUITO ansiosa, e tive um ataque do pânico muito assustador, muita tontura e minha visão tava preta, não enxergava nada e a boca muito seca, chegava grudar minha língua no céu da boca. Sei que uma hora desmaiei e acordei no colo dele, a gente tava sentados um do lado do outro. Lembro de sentir muito medo e pensar que o cara ia me fazer muito mal (tipo, a energia que ele tava me passando no momento ficou muito ruim, com o se eu visse um monstro do meu lado tlgd), então quando percebi que eu tava num “teto” respirei fundo, relaxei, pensei comigo mesma “calma, respira, é passageiro, não tinha nada nesse bolado” e pedi pra gente sair de onde tava e caminhar pra um lugar movimentado, foi bem dificil caminhar, eu estava mole. Mas ai foi passando. Fiquei bem assustada pois nunca tinha passado por isso.

  7. BudMooca

    Tenho sempre teto preto por conta do uso da erva, uma mistura que resolve bem é tomar Coca-Cola no canudo, parece idiotice, mas o açúcar e o sódio dela ajuda bem a cabeça voltar pro lugar. PS: Se tomar depressa é possível que vomite, TOME COM CANUDO.

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.