Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > CULTIVO > Como saber se uma semente de maconha está apta para o cultivo

Como saber se uma semente de maconha está apta para o cultivo


Espalhe a boa !
  • 2.3K
    Shares
Se tem algo que perturba os jardineiros – sobretudo nos primeiros cultivos – é reconhecer quando as sementes de maconha estão aptas para o plantio.

Afinal, ninguém merece investir uma boa grana comprando semente estragada que jamais vingará. Sem falar no tempo perdido na ilusão da germinação.

Pensando nisso, a equipe Maryjuana entrevistou alguns jardineiros experientes para saber como identificar as sementes de maconha saudáveis – e que renderão lindas flores em seu jardim.

Características das sementes saudáveis

É possível saber muito sobre a qualidade de uma semente de maconha apenas observando sua aparência.

A seguir, conheça 4 fatores determinantes no aspecto visual das sementes:

1) Cor escura: as sementes de maconha saudáveis possuem coloração preta, marrom e/ou cinza, com cinzas ou manchas por toda a superfície. “Sementes brancas ou verdes são prematuras e dificilmente irão brotar”, afirma El Ganjaman*, jardineiro chileno que soma 15 anos de cultivo caseiro e medicinal.

2) Brilho: sementes saudáveis apresentam um ligeiro brilho, como se houvesse uma espécie de “cera” revestindo o exterior.

3) Resistência: as boas sementes podem ser apertadas sem serem esmagadas, devido à  “casquinha dura” que as revestem. “Sementes que esmagam facilmente entre os dedos provavelmente já estão mortas ou são fracas demais para se desenvolverem”, ressalta El Ganjaman.

4) Sem rachaduras: observe a semente por inteiro para se certificar de que não existe nenhuma pequena rachadura ou fenda em sua casca.

Aprenda a testar a qualidade das sementes de maconha

Para além dos aspectos visuais, também é possível testar a qualidade das sementes com métodos muito simples. “Basta colocar as sementes num recipiente com água e observar. Se dentro de algumas horas elas afundarem, então provavelmente irão brotar. Se flutuarem, podem estar mortas”, ensina Fernando Marleyson*, jardineiro brasileiro com quase uma década de cultivo em interior.

Marleyson lembra que só deve mergulhar as sementes na água quem pretende plantá-las imediatamente, uma vez que o processo estimula a germinação.

As sementes saudáveis podem estragar e perder o prazo de validade?

Como quase tudo nessa vida, as sementes de maconha também podem estragar ou perder o prazo de validade. Fatores como umidade, exposição à luz e temperaturas extremas podem afetar a qualidade das sementes.

Para quem planeja conservar as sementes por um período de tempo maior, El Ganjaman sugere guardá-las num compartimento fechado e ao abrigo da luz. “Dentro da geladeira ou freezer também é uma boa opção, sobretudo para quem vive em regiões mais quentes”, acrescenta Marleyson.

Se bem estocadas, as sementes podem se manter aptas para cultivo por um longo período – até 19 anos, como comprova este estudo.

You may also like
Assine já: Ideia Legislativa propõe descriminalização do comércio de sementes de maconha no Brasil
Interessado em cultivo de maconha? Participe da Semana do Grower!
Descriminalização do cultivo de maconha para uso terapêutico pode ser aprovada esta semana no Senado
Justiça do RN autoriza cultivo de maconha por mãe e filha para tratamento de depressão

Leave a Reply