CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > NOTÍCIAS > MUNDO > Após legalização da maconha, Uruguai reduz em 18% crimes envolvendo narcóticos

Após legalização da maconha, Uruguai reduz em 18% crimes envolvendo narcóticos

Quem ainda duvida que legalizar a maconha só traz benefícios deve atentar para as notícias que chegam do Uruguai.

Quatro anos após aprovar a legalização da cannabis, nosso pequeno país vizinho reduziu em 18% os crimes relacionados ao narcotráfico, segundo reportagem publicada no jornal Folha de São Paulo

Além da venda em farmácias, a lei prevê mais duas formas de acesso à erva: cultivo caseiro de até seis plantas e clubes de cultivo (que podem ter de 15 a 45 membros).

Em todos os casos, para participar os usuários devem ser registrados, ter mais de 18 anos e possuir nacionalidade uruguaia ou residência permanente no país.

Mas nem tudo são flores para quem ousa legalizar…

Entre os problemas que surgiram após a legalização da maconha, alguns problemas muito específicos surgiram, a exemplo da recusa dos bancos estrangeiros em manter contas de farmácias ligadas à cannabis e clubes canábicos. Alguns ameaçaram cancelá-las. Como consequência, o governo enviou uma comissão aos Estados Unidos para debater caso a caso.

Existe também uma certa pressão no país vizinho com a expectativa de fazer o governo liberar a venda de maconha para turistas.

“Passamos a ideia de país vanguardista, e o estrangeiro chega aqui e não pode comprar? Está errado, pois de algum modo ele chegará ao produto, via mercado ilegal, que era justamente o que se queria combater”, diz Eduardo Blasina, diretor do Museu da Cannabis de Montevidéu, segundo relato da Folha.

Clique aqui para saber mais sobre cannabis + Uruguai.

*Foto: Foto: AP Photo

You may also like
Califórnia está cultivando mais maconha legal do que consegue vender
Clubes canábicos de Barcelona correm risco de fechar após revés judicial
Colômbia autoriza uso industrial da maconha e sua exportação com fins terapêuticos
Colorado ultrapassa US$ 10 bilhões em vendas de maconha

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.