Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > NOTÍCIAS > MUNDO > Governador de NY diz que legalizar uso recreativo de maconha será prioridade em 2019

Governador de NY diz que legalizar uso recreativo de maconha será prioridade em 2019


Espalhe a boa !
  • 440
    Shares
O governador de Nova York, Andrew Cuomo, disse nesta segunda-feira (17) que a legalização do uso da maconha para fins recreacionais será uma de suas prioridades no próximo ano.

A medida, se aprovada, incluirá Nova York na seleta lista de 10 estados americanos e o Distrito de Colúmbia que legalizaram a planta.

As compras ilegais de maconha no estado são estimadas entre 6,5 milhões e 10,2 milhões de onças (algo entre 184 e 290 toneladas), segundo relatório do Departamento de Saúde do Estado de Nova York divulgado em julho.

A um preço de US$ 270 (cerca de R$ 1.050) a US$ 340 (cerca de R$ 1.300) por onça (28 gramas, aproximadamente), o mercado ilegal de maconha geraria de US$ 1,7 bilhão (R$ 6,6 bilhões) a US$ 3,5 bilhões (R$ 13,7 bilhões) por ano pelo mesmo departamento.

Se houvesse uma taxação entre 7% e 15% sobre o produto, as receitas do estado poderiam variar de US$ 110 milhões (R$ 430 milhões) a US$ 428 milhões (R$ 1,67 bilhão) por ano.

Justiça social

Andrew Cuomo, governador de Nova York (AP Photo/Mary Altaffer)

Em discurso sobre seus planos para 2019, Cuomo disse que a legalização da maconha contribuiria para um sistema judiciário mais justo, que não mire as minorias e os afro-americanos. Muitos defensores de descriminalização alegam que as leis contra o uso da substância prejudicam desproporcionalmente as minorias.

“Nós precisamos encerrar as condenações injustas e desnecessárias e o estigma criminal debilitante. Vamos legalizar o uso recreacional da maconha para adultos de uma vez por todas.”

Foi uma mudança de tom em relação ao ano passado, quando Cuomo chegou a dizer que a maconha era uma droga de entrada para substâncias mais pesadas. Agora, ele diz que os fatos mudaram, apontando a legalização em outros estados.

Uma pesquisa da Universidade Quinnipiac divulgada em maio mostra que 63% dos nova-iorquinos apoiam a legalização da maconha.

Já há planos para o uso do dinheiro oriundo da maconha: o problemático sistema de metrô da cidade de Nova York, que precisa de manutenção e melhorias urgentes.  A ideia foi lançada por Mitchell Moss, Kelsey McGuinness e Rachel Wise, do Rudin Center for Transportation Policy & Management, da Universidade de Nova York.

Eles defendem que o sistema de metrô nova-iorquino precisa de uma fonte de receita extra com potencial de crescimento nas próximas décadas, e que não desvie recursos de outros serviços públicos, como educação.

​A vizinha Nova Jersey também avalia se permitirá o uso recreacional de maconha em seu território. O governador Phil Murphy, apoiador da proposta, e líderes do legislativo trabalham em um projeto de lei sobre o tema há meses.

*Fonte: Folha de São Paulo

You may also like
Osmar Terra cita informações falsas ao discutir legalização da maconha
Carcereiro desenvolve vaporizador para detentos nos EUA
Luxemburgo será o primeiro país da Europa a legalizar a maconha
Indústria canábica é a que mais contrata mulheres para cargos executivos nos EUA

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.