CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > NOTÍCIAS > NEGÓCIOS > Legalização da maconha já gerou mais de 200 mil empregos formais nos EUA

Legalização da maconha já gerou mais de 200 mil empregos formais nos EUA

Relatório aponta crescimento intenso do mercado canábico nos estados norte-americanos que regulamentaram o uso, produção e comércio da erva.

O levantamento relata que atualmente há 211 mil pessoas trabalhando em tempo integral em empresas relacionadas à maconha. Destes, 64 mil funcionários foram contratados somente em 2018.

Em comparação, estima-se que a indústria têxtil emprega hoje 112 mil pessoas nos Estados Unidos, enquanto a indústria de mineração de carvão emprega apenas 52 mil trabalhadores.

Intitulado Cannabis Jobs Count, o documento é fruto de parceria entre Whitney Economics e Leafly.

“A indústria de cannabis legal continua a ser um motor substancial e não reconhecido da geração de empregos de base”, dizem os autores. “Na verdade, o crescimento do mercado de trabalho relacionado à cannabis está progredindo a taxas de dois dígitos em muitos estados, apesar de sofrer com altos impostos e ainda ser fortemente penalizado em nível federal.”

Estados norte-americanos que empregam mais pessoas no setor de cannabis

Com total de 67 mil americanos empregados no setor, a Califórnia lidera o ranking de estados que mais geram empregos na indústria canábica, seguida de Washington (47 mil empregos) e Colorado (44 mil empregos).

O relatório afirma ainda que os estados recém-legalizados, como Flórida (uso medicinal) e Nevada (uso adulto), estão experimentando booms surpreendentes no mercado de trabalho.

Na Flórida, por exemplo, o número de pessoas empregadas formalmente no setor da cannabis aumentou 703% em 2018, resultando em cerca de 9 mil vagas de trabalho.

Clique aqui para acessar o relatório na íntegra.

Que tal turbinar a sua mente?

O conteúdo deste site foi criado por mentes turbinadas com café (Mary4:20)! 

SAIBA MAIS

 

You may also like
Ex-astro da NBA investe R$ 476 milhões em empreendedores negros da indústria canábica
Califórnia está cultivando mais maconha legal do que consegue vender
Tove Lo é a mais nova celebridade a investir em maconha
Estudo: 15% dos trabalhadores usam maconha no home office

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.