Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > VAPER > CULT > 5 diferenças entre fumar e vaporizar maconha

5 diferenças entre fumar e vaporizar maconha


Espalhe a boa !
  • 374
    Shares
Muito se fala sobre as vantagens do uso de vaporizadores. Mas, afinal, quais as principais diferenças entre fumar e vaporizar maconha? Confira a seguir!

Com a ascensão do estilo de vida vaper no mundo, cada vez mais canabistas estão substituindo o hábito de fumar pela vaporização.

Embora fumar e vaporizar tenham efeitos psicoativos semelhantes – devido aos níveis de THC da planta – existem algumas diferenças básicas entre ambos os métodos que ainda são pouco faladas, mas que podem afetar seu organismo de maneira distinta.

Saiba mais a seguir:

1) Enquanto o baseado queima matéria vegetal (e papel), o vape evapora apenas o que interessa

Fumar da maneira tradicional envolve combustão, o que produz diversos subprodutos tóxicos que podem causar ou agravar problemas respiratórios, como asma e bronquite. Isso porque, ao fumar um baseado, você inala o produto da combustão não só de toda a matéria vegetal da planta, incluindo muita celulose, mas também da seda – e outras substâncias químicas que podem estar presentes no papel (e que, diga-se de passagem, não contribuem em nada para sua chapação, apenas prejudicam sua saúde).

Já os vaporizadores permitem o aquecimento a temperaturas muito mais baixas, entre 160ºC a 230ºC, o que não envolve combustão. Dessa forma, você inala apenas o que interessa, ou seja, o que efetivamente vai fazer a sua cabeça: os canabinoides e terpenos presentes na erva.

2- Vaporizar flores é mais seguro, mas vaporizar concentrados pode ser mais nocivo do que fumar

Se o objetivo é reduzir danos à saúde, os vaporizadores certamente são opções mais seguras, mas vale lembrar que nem toda vaporização é igual.

Vaporizar óleos e concentrados – sobretudo se você desconhece a procedência e o método de extração empregado – pode ser tão (ou mais) arriscado do que o hábito de fumar. Cartuchos de óleos vendidos no mercado costumam conter aditivos – como propilenoglicol, polietilenoglicol e até mesmo terpenos – que podem se converter em produtos carcinogênicos a temperaturas relativamente baixas, conforme relata essa compilação de dados do site Project CBD.

3- Vaporizadores não produzem fumaça, mas vapor

Pode parecer óbvio, mas é sempre bom lembrar que vaporizadores não produzem fumaça, mas sim vapor. E por mais densas que sejam as nuvens produzidas pelo seu vape, elas jamais serão indiscretas e impregnantes como a “marofa” resultante da combustão de um baseado comum.

Ao vaporizar, portanto, você reduz danos não só à sua saúde, mas também à de todos ao redor, combatendo o chamado fumo passivo, uma vez que o vapor se dissipa rapidamente no ar, ao contrário da fumaça. Isso também propicia o uso de vapes em praticamente qualquer ambiente, sem incomodar ou chamar a atenção dos demais.

4- Fumar prejudica mais o pulmão do que vaporizar

Já está comprovado cientificamente: devido à combustão, o hábito de fumar pode causar mais danos ao sistema respiratório do que vaporizar.

A longo prazo, o consumo de baseados pode desencadear problemas diversos, como tosse, chiado no peito e outros sintomas de asma e bronquite, conforme atesta este outro estudo feito em 2015.

5- Vaporizar garante aproveitamento total da maconha

Trocar o baseado pelo vape também é sinônimo de economia de erva. Após aceso, o cigarro comum permanece queimando mesmo sem você tragar, o que pode desperdiçar até 30% da maconha.

Tal situação não ocorre com o uso de vaporizador, pois que o aquecimento é feito em uma câmara fechada, propiciando aproveitamento total do produto.

Intensifique a sua chapação

Os vapes mais insanos do mercado estão aqui!

VAPORIZE JÁ

You may also like
Entidade lança programa de capacitação em redução de danos para professores do ensino médio
Vaporizadores: como o sistema de aquecimento influencia no vapor & sabor
Vaporizador reduz o acúmulo de placa dental e melhora a saúde das gengivas
Vape com tecnologia biométrica permite monitorar consumo de canabinoides

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.