CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > NOTÍCIAS > NEGÓCIOS > Mercado canábico deve movimentar US$ 166 bilhões até 2025

Mercado canábico deve movimentar US$ 166 bilhões até 2025


De acordo com levantamento da Euromonitor International, valor representa um aumento de 1.200% em relação a 2018.

Embora cheio de tabus e restrições, o mercado canábico segue em crescimento exponencial devido à regulamentação do seu uso em diferentes países.

Segundo relatório lançado recentemente pela consultoria Euromonitor International, a maconha legalizada representava um mercado global de US$ 12 bilhões em 2018, que deve chegar a US $ 166 bilhões até 2025.

Se considerarmos também o mercado global ilícito de cannabis, a maconha movimenta hoje cerca de US$ 150 bilhões. Até 2025, espera-se que a maconha legal represente 77% do mercado global.

Para chegar a tais números, a Euromonitor levou em considerações as legislações atuais ou em discussão sobre a maconha, incluindo os usos terapêutico e recreativo, nos 100 maiores mercados consumidores do planeta.

Segundo os autores do relatório, o aumento do apoio à legalização da erva cresce em todo o mundo – e deve aumentar ainda mais nos próximos anos.

Em curto e médio prazos, o mercado canábico global deve ser dominado pela América e Europa. A longo prazo, o consumo e a produção em outras regiões também se fortalecerá, segundo o levantamento.

Cannabis na rotina

“Dentro de dez anos, a maconha será uma parte regular das rotinas diárias”, afirmou Zora Milenkovic, chefe de bebidas e tabaco da Euromonitor International. “De um ingrediente funcional a uma substância inebriante, a cannabis remodelará os bens de consumo em rápida evolução, como alimentos, bebidas, beleza, saúde e tabaco.”

De 2018 a 2025, estima-se que a cannabis legal cresça mais de 2.000% globalmente, em comparação com as bebidas alcoólicas a 1,4% e o tabaco a 1,2%.

O maior potencial para a cannabis é capitalizar as tendências de saúde e bem-estar que estão mudando os hábitos de consumo e as preferências do consumidor em todos os setores.

Cada vez mais, a maconha será mais incorporada ao álcool e ao tabaco. O crescimento do consumo baixo e não alcoólico de bebidas e a mudança do cigarro para o vaping oferecem uma oportunidade para a erva substituir o álcool e o tabaco em ocasiões sociais.

Na saúde do consumidor, a Euromonitor International espera que as vitaminas e os suplementos alimentares sejam a principal categoria relacionada à maconha até 2025, com 2% das vendas provenientes de produtos que contenham THC ou CBD.

A empresa prevê ainda que as vendas globais de alimentos com CBD dobrem nos próximos dois anos, obscurecendo ainda mais as linhas entre saúde do consumidor e alimentos.

Clique aqui para baixar agora o relatório completo da Euromonitor.

Que tal turbinar a sua mente?

O conteúdo deste site foi criado por mentes turbinadas com café (Mary4:20)!

SAIBA MAIS

 

You may also like
Canadá quintuplica exportações de óleo de cannabis em 2019
Method Man lança iniciativa para apoiar negros na indústria canábica
High Times inaugura rede de dispensários em Michigan, nos EUA
Indústria canábica não é indústria farmacêutica

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.