CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > SAÚDE > Extratos de maconha são eficazes no tratamento do câncer, aponta estudo

Extratos de maconha são eficazes no tratamento do câncer, aponta estudo


Estudo realizado na Tailândia aponta eficácia dos extratos de maconha no tratamento de doenças graves, incluindo o câncer.

Segundo reportagem do jornal Bangkok Post, a Organização Farmacêutica do Governo da Tailândia coordenou estudo que descobriu que os pacientes com câncer se beneficiaram do tratamento com extratos de maconha.

O tratamento com os canabinoides vegetais inibe o crescimento das células cancerosas, conclui o estudo.

Os resultados apontam que tanto o THC quanto o CBD foram capazes de inibir o desenvolvimento de células cancerosas durante testes de laboratório.

Porém, os cientistas notaram que os canabinoides surtiam efeitos diferentes na inibição das células cancerosas. Eles concluíram que a junção entre esses diferentes compostos era justamente o que inibia o crescimento celular em tumores de mama, pâncreas e ducto biliar.

Nanthakan Suwanpidokkul, pesquisador envolvido no estudo, declarou que mais testes com animais serão necessários para prosseguir com as investigações.

Vale lembrar que pesquisas como esta só se tornaram possíveis na Tailândia após a regulamentação do uso terapêutico da maconha, que ocorreu no ano passado.

Tailândia investiga benefícios da maconha para diferentes doenças

Sunwanpidokkul revelou ao Bangkok Post que duas instituições – o Prasat Neurological Institute e o Queen Sirikit National Institute of Child Health – relataram melhora em 62% das crianças que foram tratadas com esses extratos de cannabis para epilepsias graves.

O Prasat Neurological Institute também está investigando o uso de extratos de maconha em pacientes com esclerose múltipla. Até o momento, um levantamento feito pela entidade apota que 5 em 7 pacientes com a doença, para os quais o tratamento padrão não funcionou, melhoraram quando tratados com um extrato 1: 1 de THC: CBD.

Isso significa que o medicamento tem a mesma proporção de canabidiol e tetrahidrocanabinol.

Melhor qualidade de vida para pacientes com câncer

O Instituto Nacional do Câncer registrou que depois de receber extrato de THC:CBD de 1:1, por três meses, os 14 pacientes com câncer terminal submetidos a tratamento paliativo viram sua dor reduzida em mais de 50% casos, além de relatarem aumento no apetite, peso e melhora do sono.

O Departamento de Serviços Médicos aplicou extrato de THC e remédios normais a 42 pacientes com câncer terminal em suas clínicas médicas de cannabis nas províncias tailandesas por um mês.

A maioria dos pacientes respondeu positivamente ao tratamento sem quaisquer efeitos colaterais graves.

Eles normalmente sofriam de lábios e garganta secos, confusão, dores de cabeça e palpitações, além de náuseas e vômitos, segundo Suwanpidokkul.

Quer saber mais sobre maconha e câncer? Clique aqui.

*Junte-se à roda do Maryjuana no Telegram e tenha acesso a conteúdos exclusivos!

You may also like
Minicérebros auxiliam testes de diferentes tipos de cannabis
Pesquisa sugere pouca diversidade entre strains canábicas
Maconha pode prejudicar pacientes cardíacos, mas há controvérsias
Justiça autoriza paciente a plantar maconha em Porto Alegre

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.