CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > NOTÍCIAS > CULTURA > LITERATURA > “Na fissura”: livro recém-lançado no Brasil expõe o fracasso global da guerra às drogas

“Na fissura”: livro recém-lançado no Brasil expõe o fracasso global da guerra às drogas


Publicação investiga minuciosamente a guerra global às drogas e o paradoxo do proibicionismo, além de apresentar possíveis alternativas ao atual modelo. 

Escrito pelo britânico Johann Hari, o livro “Na Fissura: uma história do fracasso no combate às drogas” acaba de ser lançado no Brasil pela Companhia das Letras, com tradução de Hermano Brandes. Para promover a publicação, o autor estará no país no final de novembro para participar de uma série de debates e conversas no Rio de Janeiro e em São Paulo, com organização do CESeC e do Coletivo Papo Reto.

“Na Fissura” investiga a guerra às drogas e o paradoxo do proibicionismo, além de esmiuçar possíveis alternativas para a situação. Em uma jornada pessoal motivada pela convivência com dependentes na família, Hari viajou quase 50 mil km para conhecer lugares com as políticas mais rígidas em relação às drogas. Passou por prisões nos EUA e campos de trabalho forçado no Vietnã, entrevistou membros de cartéis mexicanos e conversou com pessoas responsáveis pela descriminalização do uso em políticas mais rígida para fazer um balanço realista do problema.

O livro mostra ainda como a guerra às drogas transformou os países na rota do tráfico e tem impedido um debate honesto sobre as verdadeiras origens da dependência. Sem negligenciar os perigos do consumo de narcóticos, que devem ser objeto de políticas médico-sociais semelhantes às do álcool e do tabaco, o autor denuncia os enormes prejuízos socioeconômicos causados pelo massacre de consumidores e vendedores postos na ilegalidade.

Edição em português inclui trecho inédito

O autor fez sua pesquisa no Brasil em 2017 e a edição em português traz um trecho inédito sobre a realidade nacional da guerra às drogas. Um dos personagens do capítulo brasileiro do livro é Raull Santiago, integrante do Movimentos, ativista do Coletivo Papo Reto e morador do Complexo do Alemão (RJ). A outra personagem é Carmen Lopes, trabalhadora da assistência social e redutora de danos que atua com pessoas em situação de rua que usam drogas na região da Luz, no centro da cidade de São Paulo.

Com dois livros publicados na lista de best-sellers do The New York Times, Johann Hari foi colunista do jornal britânico The Independent por nove anos, além de ter colaborado com jornais como The Guardian, Le Monde e Los Angeles Times. Hari foi nomeado duas vezes “Jornalista do ano” pela ONG Anistia Internacional por suas reportagens em áreas de guerras e conflitos.

Graduado pela King’s College em Ciências Sociais e Ciências Políticas da Inglaterra, sua conferência TED intitulada “Tudo o que você pensa que sabe sobre vício está errado” tem mais de 10 milhões de acessos. Confira a seguir:

 

Clique aqui para ler um trecho do livro “Na Fissura”.

Que tal turbinar a sua mente?

O conteúdo deste site foi criado por mentes turbinadas com café (Mary4:20)! 

SAIBA MAIS

 

You may also like
Maryjuana promove live com o advogado Emílio Figueiredo, da Rede Reforma
Eterno herói da cannabis, Jack Herer completaria 81 anos hoje
Homem é morto pelo BOPE em estufa de cultivo de maconha no Paraná
Drogas na Quarentena: site reúne informações sobre política de drogas em tempos de pandemia

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.