CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > ESTILO DE VIDA > GASTRONOMIA > Hemp milk: Leite de cânhamo se populariza no mercado americano

Hemp milk: Leite de cânhamo se populariza no mercado americano

Espalhe a boa !
O cânhamo (ou hemp, em inglês) é uma variedade da planta Cannabis sativa que é cultivada especificamente para uso industrial e principalmente como fonte de fibras.

À medida que a tecnologia avança, novos produtos derivados do cânhamo vão surgindo. Recentemente, uma novidade começou a fazer sucesso nos supermercados americanos: o hemp milk, ou leite de cânhamo!

O cânhamo deixou de ser uma mera fonte de fibras para a fabricação de cordas e tecidos. Hoje já são encontrados no mercado mundial roupas, plásticos biodegradáveis, tinta, materiais para construção e até biocombustível derivados do cânhamo. Porém, a tendência do momento é o emprego das sementes da planta na indústria alimentícia.

As sementes de cânhamo podem ser prensadas para obtenção de óleo, comidas cruas, torradas e germinadas. Já o leite de cânhamo é produzido através da imersão e moagem das sementes na água.

O produto pode ser um ótimo substituto para o leite de vaca, podendo ser consumido por veganos, pessoas alérgicas à proteína animal do leite ou que são intolerantes à lactose.

(Esq.) Sementes de cânhamo. (Dir.) Opções de leite de cânhamo já encontradas no mercado internacional.

Em comparação ao leite de vaca desnatado, o leite de cânhamo possui menor quantidade de calorias e proteínas, mas maior quantidade de gordura. Por exemplo, a porção de uma xícara de leite de cânhamo (sem açúcar) contém aproximadamente 70 calorias, 5 gramas de gordura total, 0,5 gramas de gordura saturada, 0 miligramas de colesterol (pois é derivado de um vegetal), 2 gramas de carboidratos e 3 gramas de proteína. Já a mesma porção de leite de vaca desnatado possui 83 calorias, 0 grama de gordura, 5 miligramas de colesterol, 12 gramas de carboidratos e 8 gramas de proteína.

Apesar dos benefícios, o leite de cânhamo ainda encontra uma certa resistência por alguns consumidores. Por ser uma variedade da Cannabis sativa, muitas pessoas acreditam que o produto contém o Δ9-Tetraidrocanabinol, ou Δ9-THC, o principal componente psicoativo da planta. Porém, a semente de cânhamo utilizada para a produção de leite não contém Δ9-THC.

Fonte: LiveStrong   

*Por LIA ESUMI: Bióloga, MS/PhD em Psicobiologia e colaboradora no Maryjuana

You may also like
Eterno herói da cannabis, Jack Herer completaria 81 anos hoje
Empresa obtém autorização judicial para cultivo de cânhamo no Brasil
10 tênis de maconha para legalizar o seu visual
Shampoo de maconha oferece tratamento rejuvenescedor para os cabelos

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.